Gilda Brasileiro é destaque no município

Atuando como diretora, a pesquisadora Gilda Brasileiro dá conta do recado e tem seu trabalho reconhecido na região Atuando como diretora, a pesquisadora Gilda Brasileiro dá conta do recado e tem seu trabalho reconhecido na região Divulgação

Salesópolis está se destacando no Brasil, devido ao trabalho da pesquisadora e presidente da Comissão Histórico Cultural do município, Gilda Brasileiro. Seu documentário “Rota Dória”, sobre a rota clandestina de escravos do século XIX, foi selecionado para o concorrido projeto “Revelando os Brasis”.

Dos 502 projetos postados, em nível de Brasil, 40 foram escolhidos e o Rota Dória, de sua autoria, foi selecionado para participar desta iniciativa. Ela, que mora no município salesopolense, é a única representante do Estado de São Paulo. O projeto “Revelando os Brasis”, do Ministério da Cultura, tem como parceiros a Petrobras, Ima Produções, TV Cultura, TV Futura e TV Brasil., trata da Rota Dória, que expõe os mitos herdados dos escravos e o refúgio que era a própria cidade salesopolense. Com exclusividade, ela mencionou que agora, a fase do projeto dará início à pré-produção do Circuito Nacional de Exibições Revelando os Brasis. Este, que é um dos principais momentos do projeto, permite que a obra realizada pelo diretor junto com os moradores possa ser assistida por toda a comunidade. O lançamento do vídeo “Rota Dória” em Salesópolis, será no dia 23 de julho deste ano. O lançamento dos 40 filmes no Rio de Janeiro ainda não tem data definida, pois depende de captação de recursos para a realização do evento.

Cidade sedia evento de turismo étnico

De 19 a 21 de junho, acontece no Centro Pastoral da Igreja de São José, que fica na Rua Nossa Senhora de Fátima, s/n, no Centro, o Seminário de Empreendedorismo Étnico Afrobrasileiro. O município salesopolense sedia o evento e de acordo com o responsável pelo Comitê Organizador, Alexandre Silva, o intuito é discutir o tema e elaborar um projeto que deverá ser encaminhado ao Ministério do Turismo e à Secretaria Nacional de Igualdade Racial. Estão sendo esperadas cerca de 900 pessoas durante os dias de evento. A historiadora Gilda Brasileiro também participa da iniciativa abordando o tema: “Rota Dória Turismo Regional Sustentado - Plano de Desenvolvimento”. Silva ainda revela que a importância do turismo negro deve ser ressaltada como já ocorre nas cidades do Rio de Janeiro e Bahia. Em Salesópolis, há comidas típicas africanas, como rapadura, a famosa cachaça e o cuscuz.

Mídia

Lido 8690 vezes

Deixe um comentário

Envie suas sugestões ou dúvidas a respeito deste projeto. Colabore!
Os campos marcados com (*) são necessários.